05 abril 2008

Meu Perfil...

Olá, amigos!
É muito bom recebê-los novamente em meu blog, viu?!
Visite-o sempre! :)

A postagem de hoje é um texto muito especial que, na verdade, não foi redigido por mim, mas fala sobre mim. É um perfil da minha vida que foi escrito pelas minhas grandes amigas Tamyris Araujo e Juliana Martins...

Confira:

Jeitinho de criança, sorriso de menina e atitude de mulher

Angélica Mariana Alves Neri nasceu no dia 15 agosto de 1989 na cidade de Auriflama, interior de São Paulo. Uma mulher com jeito de menina-moça, esforçada, que luta, independentemente das dificuldades, e que não apenas sonha, mas busca.

Trabalha desde os seus 12 anos e, ao contrário de muitas pessoas que lamentam por começar muito cedo, ela tem orgulho. Seu primeiro emprego foi no escritório de advocacia da sua tia Voine, por apenas um ano, em Auriflama.

Amante da comunicação, rádio e televisão são suas grandes paixões. Com apenas um telefonema para reclamar de um buraco na rua. Foi assim que a voz de Angélica foi descoberta. A partir deste dia, sua vida mudou, com somente 13 anos estreou no rádio com o seu programa, Novos Talentos, que foi ao ar no dia 08 de fevereiro de 2003, sábado, pela Rádio Nova Difusora de Auriflama. Após dois anos na emissora, Angélica ganhou o seu programa diário. Quem olha para ela não imagina o potencial de sua voz.

Com nome angelical, sempre teve muitos apelidos carinhosos. Gegê, o primeiro dado pela babá, Gê pela família materna, Má, pela família do pai. Gé, já com 13 anos, depois que começou a trabalhar na rádio. Neri, no 1º colegial, quando mudou para a escola de ensino médio, e na sala tinha mais de uma Angélica, para evitar confusões, o sobrenome foi a solução. Muitas maneiras para se referir a uma pessoa tão especial.

Hoje, ainda trabalha na Rádio Nova Difusora e no Jornal Tribuna Regional de Auriflama, exercendo a parte técnica e locução na rádio e no jornal a função de redatora e revisora. Ressalta que não tem uma rotina das melhores, mas consegue se manter firme, é feliz por isso. Angélica é um exemplo a ser seguido, por ser dedicada em tudo o que faz, é digna de reconhecimento.

Pele de mel, olhos escuros como a noite, e com traços de quem busca um futuro, cabelos ondulados e compridos até o meio das costas, sobrancelha grossa que fica em segundo plano por causa dos óculos, mesmo sendo discreto.

De estrutura alta e magra, mas não porque come pouco. Ela gosta especialmente de massas, mas não dispensa a sobremesa, ama doces, como ela se descreve, uma formiguinha.

Quieta, reservada, e algumas vezes vulnerável, se deixa levar por pessoas que não são amigas realmente. Com seu jeito meigo ainda consegue ver verdade e bondade em todas as pessoas, talvez uma qualidade, mas atualmente mais um defeito.

Unhas pequenas, devido ao hábito de roê-las. Está tentando parar, mas de vez em quando tem suas recaídas, e tudo volta à estaca zero.

Saudade, palavra que descreve o sentimento dela em relação à cidade onde passou o maior tempo da infância, da sua escola e dos amigos de lá de Diadema, localizada perto de São Paulo. Também algo recente, mas que deixou marcas por amar o que fazia: estagiar no laboratório de TV do UniToledo.

Simples e sonhadora, ao falar de sua família, desabafa que gostaria que todos fossem mais presentes e atuantes na sua vida. Essa ausência é notável, carente de carinho desde criança, ela conta que era pequena quando veio para Auriflama, sua mãe ficou ainda um ano em Diadema, só a via de 15 em 15 dias. Nunca gostou de matemática, ao contrário da mãe, que é professora da disciplina. Quando tinha dificuldades com as tarefas, a solução era o telefone. Marisa ensinava as continhas para a filha de 9 anos pelo telefone. Um ano de ausência materna.

Filha de pais separados desde o Natal de 2002. Quando fala sobre o assunto diz que foi melhor para todos na época, e diz que apoiou o ocorrido.

Uma garota estudiosa que cursa o terceiro semestre de Jornalismo do UniToledo. Inteligente e dedicada ela conta que tem medo de, por qualquer motivo, não terminar a faculdade.

Com um semblante de preocupação ela nos diz que sente saudades do passado e tem medo do futuro, e em público ri á toa, mas sozinha no quarto, chora. “Erro, mas aprendo, sofro, mas suporto!”

Tempo. Um grande problema para quem não sabe administra-lo bem. Angélica é desorganizada neste sentido, não consegue lidar bem com o pouco tempo que tem para fazer as suas coisas.

A mocinha cativa as pessoas. Quando ainda não a conhecem alguns podem pensar que é chata, talvez pela timidez, mas com a convivência é visível o seu jeito carinhoso de criança que conquista a todos que a cercam. Calma, mas quando lhe convém, sabe ser impaciente. Com seu suave jeito de falar consegue lidar com os mais difíceis problemas.

Evangélica, e devido a isto só usa saia. Uma história linda de amor a Deus, uma mudança completa no seu jeito de viver e em seus hábitos. Menina de muita fé e oração.

Como a maioria dos jovens, conectada no mundo virtual: sempre ligada ao msn, orkut e blog. Atenciosa e simpática com todos. Quem a procura encontra nela uma amiga sincera. Muitas vezes deixa de fazer as suas obrigações, de pensar em si mesma para pensar nos outros.

Uma pessoa que não acredita no seu potencial, achando que tudo o que faz está errado: pessimista. “Apesar disto, não me queixo das coisas, faço o que posso.”

Descrever a Gé em poucas palavra é complicado. Em meio a tantas, simples, determinada e sonhadora define bem a nossa amiga.

*AH! QUEM DERA EU FOSSE TUDO ISSO! HEHE
Embora eu acredite que elas exageraram um pouco, eu confesso: Ameiii isso :)
Obrigada, migah (Tamyris)!
Obrigada, Jú!
Deus abençõe vocês...

5 comentários:

Tamy disse...

Ah é??? Quem disse que não é tudo isso??? Bobinha!
Esse foi um trabalho que tivemos que fazer da facul...ótima escolha a minha e a da Jú né? Angélica!
Migah, bjus!
Vc é td isso sim, e mto mais!
Deus te abnçoe sempree!

Flatis disse...

ee Nery..hauahauaa

seu perfil é muito lindo..nossA
nem sabia da sua históriaa..

q bom q vc encontro Jesus ..hehe

dai fico mais lindo ainda..e agora..foi discipulada..hehe

Leve seu nome pra td criatura..

haha...Nery..sab..tava lembrando..da primeira q vez q ti vi na igreja.hehe

lembra?
Tarde de louvor..

Vi q vc sab..fico admirada..louvores profundo..

e td mais..
e depois começo a ir na igreja..
ow vc num tem idéia do quanto fico feliz de lembrar q um louvor..u algo assim tocou no seu coraçãoo


Q Deus possa te abençoar ainda mais .. infinitamente mais..


Bjos
Flatis

Alexandro Leopoldino disse...

Oi, estou aqui de novo para te desejar muito sucesso e que seus sonhos se realizem. Deus sempre tem os melhores planos para um sonhado!.

osvaldo disse...

Não posso falar quem sou usando apenas uma palavra Nem mesmo uma única frase As palavras que expressam quem sou não cabem neste espaço Não sou nada Mas ao mesmo tempo um monte de coisas. Sou um pouco de alegria misturado com tristezas Sou um pouco de dor Um pouco de solidão Sou um pouco do que os meus amigos me ensinaram a ser O pouco do que o meus inimigos me fizeram aprender Um pouco da minha família Um pouco de religião Ódio Amor Paixão Sou um pedaço de mágoa e uma medida de perdão Sou uma pessoa comum Como qualquer outra Simples Porém com porções diferentes Mostro meu sorriso quando é preciso sorrir Mas... Também choro nos momentos em que precisar lobosolitario1original@hotmail.com

Tamires disse...

Lindo texto postado por Osvaldo... Texto de Afonso Matos Martins. Adorei... Lindo seu blog....