13 abril 2009

Páscoa: Jesus é o exemplo a ser seguido

A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Na Páscoa, as famílias se reúnem e as igrejas preparam programações diferenciadas. Ou seja, não é um dia comum. A ocasião retrata a vitória e contempla a vida.

Consideradas símbolo de renovação, as comemorações expressam o agradecimento e reconhecimento de um povo. Os gestos de amor praticados por Jesus Cristo, os milagres realizados e a humildade demonstrada por ele são dignos de admiração.

Todos os anos, a igreja católica prepara as comemorações da semana santa. A procissão realizada no Domingo de Ramos relembra a chegada de Jesus em Jerusalém; a missa do lava-pés representa a humildade do Salvador – momento em que Jesus lavou os pés dos Apóstolos; as celebrações realizadas na sexta-feira simbolizam a morte e o sofrimento de Jesus na cruz; e no Domingo de Páscoa, comemora-se a ressurreição.

As igrejas evangélicas participam de peças teatrais e cultos diferenciados. Percebe-se que a oração, consagração e adoração ao Senhor estão sempre em evidência nas sociedades cristãs, independente de denominações ou doutrinas religiosas.

Com toda a certeza, Jesus Cristo é o exemplo a ser seguido. Durante a sua crucificação, a dor e o sofrimento eram visíveis. A Bíblia relata no livro de Lucas, capítulo 23, versículo 34, que mesmo diante de tanta injustiça, Jesus demonstrou amor e sabedoria. Mesmo sendo crucificado, ele disse “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem”.

Que a postura de Jesus seja relembrada todos os dias. Situações difíceis enfrentamos todos os dias, desentendimentos com amigos e familiares são constantes, mas é necessário enfrentarmos de cabeças erguidas. Que possamos praticar o amor e a humildade deixados por Jesus a cada desafio. “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo” (João 16:33).

Um comentário:

Diuân Feltrin disse...

Na Igreja Católica o período pascal se estende por oito semanas (oitava da Páscoa). Estaremos, em nossas missas, recordando os ensinamentos de Jesus Cristo ao ressuscitar, até o momento de sua ascenção aos céus e pentecostes...
Independentemente de crenças, devemos ter como foco a ressurreição para uma vida digna, pacífica, amparada no amor e na caridade, preceitos básicos que todo cristão deve evidenciar em suas vidas para receber tal título. A paz é fruto da justiça!
Abraços