09 abril 2009

Desabafo

Penso que sou, mas nem sempre sou;
Dizem que sou, mas não sou;

Arrumo força onde não tem;
Sinceramente, não compreendo o porquê de tanto esforço;

Luto contra eu mesma;
Corpo cansado, olhar triste;
Não é assunto do coração,
Mas, afeta ele também;

Não sei ao certo o que é...
Não sei como é...
Mas, sei que dói...

4 comentários:

Diuân Feltrin disse...

Dedique um tempo a você mesma; tente ouvir sua respiração; agradeça pelos momentos difíceis, pois valem como ensinamentos!
Enfim, simplesmente viva!

Tamyris Araujo disse...

"Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu" Eclesiastes 3.1

Calma, ELE te recompensará! E como disse o Diuân, agradeça pelos momentos + difíceis, pq um dia vc vai entender o pq deles!
Pode contar comigo sempre, amiga! Gostaria de poder ajudar mais...mas nem sempre é possível! Desculpa!
Bjão, maninha! Te amo!

Ricardo Augusto disse...

É sempre bom expandir os sentimentos. Valorize os bons pensamentos e descarte as coisas ruins. E, tenha sempre, cuidado com a 'falsa' pele do cordeiro, a qual se revela loba e tenta te sufocar. Busque sabedoria para lidar com as tribulações. Forte abraço.

Simône Silva disse...

Vai ao meu blog.. obrigada
beijos até sexta-feira na aula.