05 julho 2008

Um ano!!

Papel, caneta, câmera fotográfica (...). É momento de checar as informações!
Coletou dados? Ouviu fontes? Ok, tudo pronto. Vamos à próxima etapa...
Computador: Redação.
Lê, relê. Certo?
Manda pra diagramação.
Vêm os bonecos. Revisão.
Riscos e mais riscos, setas e círculos. É impressionante, mesmo que temos lido mil e uma vezes antes de mandar pra lá, sempre encontramos palavras que necessitam correções!
Volta pra diagramação.
Revisão de novo.
Agora sim, manda pra impressão.
E, finalmente: a distribuição...

Estou ficando louca? Hehe. Não, não.

Na verdade, o que relatei nessas poucas palavras foi o trabalho que desenvolvo no Jornal Tribuna Regional, aqui de Auriflama. Na última quarta-feira (2) comemorei um ano de estágio, um ano de aprendizado...

Com certeza é um momento que merece comemoração. Exceto a diagramação, semanalmente passo pelas etapas descritas. Uma experiência que levarei para toda a minha vida.

Confesso que, no início, tive sérias dificuldades em me adaptar ao jornalismo impresso. Primeiro que a oportunidade em trabalhar no Tribuna Regional me pegou de surpresa, pois eu estava ainda no 1º semestre de curso. Segundo, que a minha paixão sempre foi o rádio e a TV e quando fui convidada a escrever o Tribuna, eu estava estagiando no laboratório de telejornalismo da faculdade (TV Toledo). Eu não poderia ficar com os dois!

Foi uma escolha difícil. Os primeiros dias foram de pura aflição.
Embora eu tivesse a ajuda do Ricardo Augusto, jornalista que era responsável pelo jornal na época, eu ainda ficava me perguntando “será que eu vou me arrepender?”. Poxa, era da TV, minha paixão, que eu estava abrindo mão...

Em poucos dias a Tamyris, cursando o 3º semestre na época, chegou de viagem e, junto comigo, também assumiu os trabalhos. Momento em que o Ricardo saiu do jornal para trabalhar na Prefeitura, onde atua como Assessor de Imprensa.

Foi complicado, mas posso afirmar que eu e a Tamyris aprendemos muito nesse tempo. Até mesmo porque depois que assumimos esse compromisso não tínhamos outra escolha, era fazer ou fazer, rs. Algumas vezes brigando, outras sorrindo e porque não citar também as muitas situações que choramos...?

Exceto a diagramação, fazíamos de tudo. Eu escrevia, ela editava, nós revisávamos. Ela escrevia, eu editava, nós revisávamos. “Não seria melhor assim?”, “Será que está certo desta forma?”, “Preciso de ajuda. Como coloco essa informação neste texto?” (...)

Unidas vencemos os obstáculos e conquistamos um aprendizado que, nem que queiram, conseguirão arrancar de nós. Temos muito ainda que aprender, muito mesmo, e temos consciência disso. Mas não podemos negar que o pouco de experiência que adquirimos nesse período é algo muito importante para a nossa vida profissional.

Há cinco meses, nossa equipe aumentou. Nosso amigo Eduardo Martinez, jornalista formado no ano passado, agora também faz parte do grupo. Somos redatores, revisores e repórteres fotográficos enfrentando grandes desafios diariamente, amantes do jornalismo que estão na batalha, na busca por aprendizado. Além de nós, têm a Juliane (responsável pela diagramação), o Lucas (quem determina o que vai ser publicado ou não) e o Paulo Roberto (responsável pela publicidade).

Para fechar com chave de ouro essa minha comemoração, gostaria de compartilhar com os visitantes do Pensamentos, fatos e relatos, mais uma conquista: Hoje, sábado (5), Guzolândia, município vizinho de Auriflama, também ganhou um jornal: O Jornal da Cidade. A sua equipe é a mesma do Tribuna Regional. É o Jornal da Cidade, mais uma oportunidade que eu tenho de adquirir conhecimento e praticar aquilo que um dia escolhi como profissão.

“A alma do jornalista alimenta-se do espírito de aventura e do fascínio da descoberta de uma história não contada”.

5 comentários:

Santiago Maia disse...

É verdade é bom olhar para traz e ver o que foi aprendido. Ver novos horizontes também é muito bom.

Se precisar de um design grafico, me adiciona
santiagobmaia@hotmail.com

De olho no futuro! disse...

Nossa..como o tempo passa hein...um ano de estágio hehe...bom, paesar que sei que vc gostaria de estar na TV Toledo..mas tenho certeza que ainda vou ver vc no Jn hehehe....bom, to passando aqui, pra dizer que não esqueci de comentar e muito menos, não esqueço de vc querida....
bjão maninha

Anna Carolina disse...

Parabéns pelo um ano de estágio. Acho muito bacana a relação de amizade e profissionalismo que vc e a Thamirys tem. Na minha opinião, todo jornalista, principalmente em início de carreira, deveria passar pelo impresso. Apesar de eu ainda não ter chegado lá, deve ser um aprendizado valioso. Se vc passou pelo impresso, vc tira de letra qualquer outro veículo em que for trabalhar... mas é isso aí, já disse que vc é polivalente, e ainda tem muito a conquistar. Bjoss
(annaneto.zip.net)

Anônimo disse...

Nossa...acho que esse post vai para o meu blog tbm...mto bom, e ainda com partes em 3ª pessoa...era o que eu precisava.. rsrsrs! (vai pra lá com seu crédito, posso?)
Na realidade, eu não sei a data certinho que faço 1 ano de Tribuna, só sei que começei uma semana depois que a Gé, rs! Muito aprendizado, alegrias, tristezas...e como ela disse, choro tbm né? Migah, parabéns para nós!
rsrsrs
bjão
fique com Deus menina polivalente! (rsrsr)

Rafael Lopes disse...

Auhuahauha
vai camelo
vai trabalhar

kkkk
Nossa é tudo isto é mto bom, a experiência que vai pegando é o fundamental.

Bem, abraços
bjos
ate mais